domingo, 29 de maio de 2016

Cidade da Criança - Natal - RN


  No início do ano fui conhecer um espaço muito legal de Natal (RN): a Cidade da CriançaEste parque, que foi inaugurado no ano de 1962, está localizado no bairro de Tirol. 




  Acredito que uma de suas principais atrações seja a Lagoa de Manoel Felipe. O visitante pode andar de pedalinho, caminhar ou correr na pista de cooper que fica ao redor da lagoa ou aproveitar a belíssima paisagem para treinar suas habilidades fotográficas. 



  Além da lagoa há outros espaços interessantes como a Casa de Vozinha. 



  A ideia deste ambiente é voltar no tempo. Trazer à tona as brincadeiras de uma época onde celulares e tablets não faziam parte da vida.


  Existe um local destinado às exposições de arte.


  E uma igrejinha muito charmosa que faz referência à fé. 



  Uma das coisas mais curiosas que encontrei na Cidade da Criança foram as galinhas (hahaha). 



  Basta fazer uma simples caminhada para encontrar a mão de artistas em lugares diferentes do parque.







  Encontrei uma casinha muito fofinha perto da biblioteca: A Casa das Palavras



  A ideia da Casa das Palavras é promover uma troca literária. O visitante pode pegar qualquer livro que esteja dentro da casinha mas em troca tem que deixar outro no lugar. 



  Há vários lugares interessantes e plaquinhas indicando o caminho.





  Eu e Filipe não resistimos e fizemos um passeio de pedalinho no dia. Foi muito divertido!





  E antes de irmos embora tiramos uma foto da Lagoa Manoel Felipe quando já estava anoitecendo. 



  Ah! A entrada é gratuita e caso você queira mais informações sobre o parque basta clicar em: Cidade da Criança.

  É isso! Espero que tenham gostado. ^^
  Beijinhos 

Débora

terça-feira, 24 de maio de 2016

Sobre bêbados

  Provavelmente o título desta postagem não faça jus ao que vou escrever aqui. Acredito que você, caro leitor(a), tenha uma outra expectativa a respeito do que vem a seguir. Não queria causar essa impressão mas confesso que não sabia o que colocar e por isso o título acabou sendo esse mesmo.

  Sou dessas que para para ler as mensagens que as pessoas põe por aí. Tenho curiosidade em saber que tipo de coisa os humanos têm vontade de transmitir, e por algum motivo o que está escrito me atrai. Claro que nem tudo vale a pena ser lido mas também há mensagens positivas e bonitas. As que eu mais gosto são as engraçadas. Parar para ler algo que te faça rir sem dúvida faz o seu dia ficar ainda melhor. Espero que possa transmitir à vocês a mesma sensação que senti quando me deparei com:


"Quando era pequena tinha medo de bêbados, mas hoje sei que não fazemos mau a ninguém." (autor desconhecido)

  Espero que tenham gostado. ^^
  Beijinhos ♥ 

Débora

sexta-feira, 20 de maio de 2016

A 5ª Onda

  Finalmente parei um pouquinho, afinal, hoje é sexta-feira. \o/ 
  Na verdade finzinho de sexta, já são quase dez horas da noite por aqui e eu apenas começando esta postagem que deveria ter sido publicada antes, mas que por falta de tempo e de uma colaboração da internet só vai sair hoje mesmo.


  Nada como uma sexta-feira à noite para um momento pipoca! Por isso a postagem de hoje será sobre o filme A 5ª Onda

  A primeira vez que fui assistir esse filme pensei que teria alguma coisa a ver com as tsunamis. Imaginava que por alguma causa natural cinco ondas gigantes iriam acabar destruindo a Terra. Para a minha surpresa as cinco ondas não eram causadas por efeitos naturais, nem eram cinco tsunamis. As cinco ondas eram eventos provocados por alienígenas que se infiltraram no nosso planeta. 
  O interessante deste filme é a mistura entre um apocalipse zombie e uma infiltração alienígena. Os seres humanos passam a viver um "apocalipse alienígena" onde não é possível saber se uma pessoa é confiável ou não. Além disso, existe uma pitadinha de romance adolescente que torna ainda mais emocionante acompanhar a jornada da personagem Cassie Sullivan (Chloë G. Moretz) para salvar seu irmão.


  Todas as imagens desta postagem foram retiradas do Pinterest.
  
  Para ver o trailer do filme basta apertar o play abaixo:


  Vocês já viram este filme? O que acharam? =]

  É isso! Espero que tenham gostado. ^^
  Beijinhos 

Débora 

terça-feira, 17 de maio de 2016

Brincando de ser modelo: saia e tênis

  Sabe aquele dia em que você quer sair arrumadinha mas estando confortável?! Pois é, o dia em que eu tirei essas fotos era um dia desses. E se tem uma coisa que me faz sentir extremamente confortável é o tal dos tênis. Então acabei optando por usar uma combinação de saia e tênis.


  A saia é bem velhinha, a primeira peça que adquiri da DressTo


  A blusa é novinha, ganhei da minha tia em dezembro do ano passado e o que eu mais gosto nela é essa "pegada" hippie. 


  O tênis foi um presente da minha mãe quando ela viajou para o Rio Grande do Sul pela primeira vez. 


  E eu brincando de ser modelo mesmo morrendo de vergonha de tirar essas fotos. =]

Débora

sábado, 14 de maio de 2016

Frases na latinha


  Ganhei de Filipe uma latinha da Bauducco (faz tempo, não lembro quando foi). E essa latinha é muito linda! É belissimamente ilustrada com a arte de Rogério Fernandes e uma das coisas que eu mais gostei é que cada pessoa que ele desenhou "carrega" uma frase inspiradora. Tirei algumas fotos para que vocês possam ver o trabalho dele na latinha.

Eu quero todo bem que houver nessa vida


Eu preciso de leveza


Eu quero + amor na minha vida


Não acredito em sorte sem trabalho





  Vocês já tinham visto essa latinha da Bauducco? Já conheciam o trabalho do Rogério Fernandes?

  Espero que tenham gostado. ^^

Débora

quinta-feira, 12 de maio de 2016

O que fazer em dias de chuva

  Eu queria ter feito esta postagem ontem porque ontem foi um dia de chuva mas como não tive tempo a postagem teve que ser adiada para hoje. Pois bem, eu gosto muito de dias de chuva. Dias assim são ótimos quando você pode ficar em casa pois sair em dias de chuva pode ser bem arriscado. Você pode acabar pisando em uma poça d'água enquanto tenta escapar delas com pulinhos ou passos largos, um carro pode passar e jogar a água da rua em você (dá muita raiva quando isso acontece) e nada disso é muito agradável. Por outro lado, se for possível ficar em casa você pode acabar descobrindo o quanto dias assim são bons. Por isso separei três coisas para se fazer em dias de chuva. Vamos ver?! =]

Dormir 


  Não há nada mais agradável do que dormir ouvindo o barulhinho da chuva.

Assistir filmes




  Dias de chuva são ótimos para fazer aquela pipoquinha e assistir aos filmes que a gente quer ver mas acaba deixando para depois e depois e depois...

Ler livros, revistinhas




  Por que não aproveitar para colocar as leituras em dia?! Já que sair de casa talvez não seja uma ideia muito boa melhor viajar no mundo da leitura.

  É isso! O que vocês gostam de fazer em dias de chuva? Se tiverem outras dicas é só colocar nos comentários. Vou adorar descobrir novas ideias sobre o que fazer em dias assim. 

  Espero que tenham gostado. ^^

Débora

segunda-feira, 9 de maio de 2016

Fotografando flores

  Uma postagem com os registros fotográficos de algumas flores que encontrei por aí. Que a beleza e delicadeza delas possa alegrar a nossa semana que está apenas começando. =]
  Com vocês as estrelas de hoje: as flores!






Débora

quinta-feira, 5 de maio de 2016

Diário de um Banana - Jeff Kinney


  Diário de um Banana com certeza é um dos livros mais engraçados que eu já li. 


  Antes de começar a falar sobre o livro vou aproveitar o espaço para fazer um pequeno desabafo. Na época que eu estava lendo Diário de um Banana várias pessoas falavam:Ah! "Meu priminho também já leu." ou "Minha irmãzinha de 8 anos também gosta muito." e eu ficava imediatamente morrendo de vergonha pensando que era a única pessoa no mundo que lia livro de criança. Queria cavar um buraco e enterrar minha cabeça lá dentro, sabe?! Só que logo em seguida eu ficava me perguntando por que essas pessoas também não liam esse livro. Sério! É um livro tão engraçado e capaz de trazer tantas lembranças da criança que a gente já foi que pode ser considerado até um desperdício não ler um livro desses. 


  Não estou  aqui para dizer o que deve e o que não deve ser lido. Não! Longe de mim fazer uma coisa dessas! O que pretendo fazer é apenas mostrar que esse "livro de criança" não é necessariamente um livro exclusivamente para crianças. Quem sabe você também não sente uma vontade de dar uma espiadinha no que tem dentro dele e ainda não sabia, né?!


  Pois bem, chega de blá blá blá e vamos falar um pouquinho sobre o livro! Em Diário de um Banana nós acompanhamos as aventuras e trapalhadas de um garotinho chamado Greg Heffley. Em suas diversas tentativas para sair na página dos Favoritos da Turma o nosso personagem acaba passando por várias situações cômicas e até mesmo quando está em casa tem tomar cuidado com o que o seu irmão mais velho pode aprontar. De uma maneira bastante descontraída o leitor é transportado para uma infância em que essas coisinhas "bobas" era o que havia de importante. Uma infância sem tablets nem celulares, onde uma "doença contagiosa" sai de uma pessoa e passa para outra através de um simples toque.




  Uma das coisas que eu gostei bastante é que não só a história é muito engraçada mas também as próprias ilustrações que estão presente ao longo de todo o livro. Essa mistura é capaz de arrancar boas risadas, acreditem! Eu também falei um pouquinho sobre o livro no vídeo abaixo, se quiser assistir basta apertar o play. No mais, espero que tenham gostado. ^^  


 Débora